Saudade


Deixa-se uma brecha,
abre-se um espaço
e ela toma posse
daquele cantinho
escuro
do peito.



Presença marcante,
dominante,
tal qual polvo 
que,
com seus tentáculos,
enlaça os sentimentos
mais puros,
mais doces...



Esmaga-os
a ponto
de não mais serem sentidos,
esquecidos.



Ela se fortalece
nas lágrimas,
engrandece
na insônia,
vive
das lamúrias,
apodera-se dos sonhos.
e
morre 
na esperança
de um amanhecer
de sol!




Proibida a cópia sem autorização da autora
®DireitosAutoraisReservados©





 Web designer Ana Amélia Donádio
Romantic Home
Página editada em 07/07/2003.


Clique no CD para gravar o fundo musical   


  online