Espero-te


Sempre soube que voltarias!
Nunca enganaste este coração
que só viveu para ti.



Nas tuas buscas
encontraste outras luas,
caminhaste em outras ruas,
beijaste tantas bocas,
todas loucas,
sem perceber que buscavas 
o sabor da minha.



Quiseste da vida
sorver todos os sentimentos,
viver todos os momentos...



Deixei-te ir.
Não sou dona de ti.



Teus passos largos
em direção ao infinito
nunca te levaram
para longe de mim.
Hoje sabes
que sempre estive presente,
como única lua,
na galáxia do teu amor.



Proibida a cópia sem autorização da autora
®DireitosAutoraisReservados©




 Web designer Ana Amélia Donádio
Romantic Home
Página editada em 12/06/2003.


Clique no CD para gravar o fundo musical   

  online