MINHA HOMENAGEM

A

JOSÉ GERALDO MARTINEZ

 

             O poeta partiu... Deixou-nos no dia 28 de abril! No céu mais uma estrela brilha, sorrindo para aqueles que ainda perambulam por estas pastagens terrenas. Não mais abriremos em nossas caixas de correio as belas poesias enviadas por ele mesmo, impregnadas de um romantismo ímpar. Não mais teremos em nossos versos aquele incentivo carinhoso que nos impulsionava e nos levava a escrever mesmo quando a inspiração parecia fugir.

            O poeta partiu... Apenas partiu! Mas viverá para sempre no coração de seus parentes, de seus amigos, de seus leitores e, tenho certeza, daqueles que o conhecerão através de suas obras.

             José Geraldo foi um parceiro de versos como poucos e, na homenagem que hoje lhe presto, deixo expresso todo o meu carinho e respeito. O Zé poeta, o Zé menino, o Zé que exaltava a natureza e o seu canto,o Zé que indagava, o Zé que homenageava pessoas simples, o Zé que sempre buscava algo mais, o Zé das fantasias, o Zé que fazia sonhar... O Zé se foi... Ficou a saudade!

 

QUANDO PARTE O POETA

Aquela pequenina estrela
que mal se ajeita no firmamento
é o brilho que deixaste aqui, Poeta!
Agora estás livre de sofrimentos,
das dores que a afligiam, das angústias...
Livre até da saudade!
E dançarás
ao som dos teus próprios cantos
entre os teus iguais...
E sorrirás dos sonhos que tiveste
e dos desejos que ocultaste,
Integrarás a plenitude da luz,
a chama da verdade que buscaste.
Segue, Poeta,
o teu caminho de amor e paz!
Para nós
ainda resta a lágrima pela ausência
e a admiração que será eterna.
Até logo mais, Zé!

 

DUETOS

José Geraldo Martinez e Cleide Canton

 

 

 VOLTAREMOS     

 POR TODA A ETERNIDADE

 MINHA POESIA     

 MEUS SIMPLES VERSOS

 PERGUNTO-TE     

 APENAS O ACORDE

 MEU AMOR, MINHA VERDADE 

 CHEGASTE

 BAILAS     

 TUA VISÃO, MINHA PAZ

 ACORDA CINDERELA     

 FALTA-ME TEU BEIJO

 CONCURSO DE POESIA     

 TUA OBRA, TUA CRIA

 REVERENCIANDO     

 ATESTADO

 PRECISO DE UM CORAÇÃO MAIOR

 AMO

 QUERO       

 DEBRUÇA A LUA NO CHÃO

 BUSCA-ME     

 SEMPRE TE ENCONTRO

 QUERIA HOJE     

 SE TU QUERES...

 DORME COMIGO      

 DURMO CONTIGO

 YO TE AMO!    

 !YO QUERIA, QUERIA!

 QUERO SER AMADO    

 QUERENÇAS

 DAME UN TIEMPO    

 TODO EL TIEMPO DEL MONDO

 ENTREGO-ME    

 RENDO-ME

 O MAESTRO QUE SONHA     

 POR QUE SONHAS, MAESTRO?

 PERDI O JOGO     

 ANJO DE PLANTÃO

 AMOR PLATÔNICO

 SEMPRE TUA

 ESCONDERAM O AMOR

 SOU DESTE TEMPO!

 A NOSSA HORTA

 A NOSSA HORTA   (in memoriam)

 

 

 

 

 

 

 

Página editada por Cleide Canton em 23 de julho de2013

  online