CANTO DE VERÃO
Autora: Cleide Canton Garcia


Bailam as flores coloridas
nas campinas,
brincando ao sol, radiantes de beleza,
mescladas de brilho,
molduras reluzentes perfumando a natureza!

Revoa alegre
o bando de andorinhas,
todas no ritmo da mesma sinfonia.
Bate as asas o minúsculo colibri
enquanto na árvore gorjeia tranqüilo o bem-te-vi.

Trazendo no bico
pequenos gravetos,
vedando as paredes, perfeito engenho,
o João-de-barro prepara o seu ninho,
obra maior da expressão do seu carinho!

Fontes, cascatas
emitem seus sons...
Águas jorrando nos leitos dos rios,
montes e vales, frescor matinal,
tudo é detalhe da grande obra celestial!

Águas frescas
que abundam dos céus,
penetram e molham a terra quente e dourada,
refrescando as árvores, lavando suas ramas,
carregando os restolhos nas enxurradas.

Cheiro silvestre,
entranhas das matas,
frutos carnudos de rara doçura,
borboletas tremulantes enfeitam a vista,
na sua graciosa dança de conquista!

Reflexos solares
fazem mover-se o chão
e colocam, em tudo, uma aura furta-cor,
beleza rara, momentos de expressão,
todos os espaços preenchendo de amor!

Obrigada, Senhor!
Tua obra é perfeita!





®DireitosAutoraisReservados©
Proibido a cópia sem autorização da autora
.

 

 

   

Página editada em 12/01/2003.

Web design Ana Amélia Donadio/Romantic Home
romantichome@terra.com.br

  online