APENAS EU...
Zilca P. Tricerri
 
 
Amanhece. O sol desponta no escuro
 da minha existência.
Sigo sem rumo, desafiando
a solidão que me persegue...
Perdida nesse vazio,
sou  metade de um todo de luz e amor
 
A outra parte desprendeu-se
 de mim, levaste contigo por
caminhos desconhecidos e invisíveis.
 
Desta vez, não pude te prender a mim,
impedindo a tua partida.
 Apenas nos despedimos, onde só eu falei
e tu...
 
Dormias o sono dos anjos,
em direção às estrelas,
tornando-te a mais brilhante
de todas elas! 
 
 
ANOITECE
Cleide Canton
 
Anoitece
e a luz se faz o sol
da minha existência.
Caminho livre
por um rumo certo.
Embora só
não sinto a solidão
pois o perfume do teu amor
ocupa o espaço da tua ausência.
Trago comigo
o teu olhar de ternura
que reluz a minha volta
e te faz enxergar-me,
estrela brilhante,
no céu das tuas dúvidas.
Não me despedi de ti
porque continuas comigo
no afago dos meus braços,
lugar de onde jamais saíste.
Tuas lágrimas de dor se perdem
mas as de amor são os brilhantes
que deixo nesta estrada
para que facilmente
possas encontrar-me um dia.
 
SP,03/02/2006
11:00 horas
  

FORMATAÇÃO DE SIMONE CZERESNIA

 

 

Página editada por Cleide Canton em 11 de abril de 2006.

  online