Alguma coisa acontece
Cleide Canton Garcia


Alguma coisa acontece...
Talvez aquele apelo em forma de prece
que o tempo não conseguiu desgastar.
Talvez aquela ânsia de beleza
que mesmo nos momentos de tristeza
o peito se negou a apagar.



Alguma coisa acontece...
Num olhar que se cruza e não se esquece
deixando o pranto secar.
Talvez a danada saudade
num ímpeto de boa vontade
tenha feito morada em outro lugar.



Alguma coisa acontece...
Outra visão de amor aparece
no parêntesis da nova poesia.
Confrontam-se medo e coragem
no palco da velha miragem
esquecida no âmago da melancolia.



Alguma coisa acontece
no silêncio do mundo quando anoitece
fazendo brotar de novo a esperança.
E no deleite desse tolo momento
deixo vagar meu pensamento
e te encontro na mesma dança.



SP, 30/12/2003
00:32 horas

Proibido a cópia sem autorização

 

 

Web designer Ana Amélia Donádio
romantichome@terra.com.br
Página editada em 08/02/2004.


 

  online